A Fundação São Paulo
Mantidas
Acesse os sites
Endereço:
Fundação São Paulo
Edifício Franco Montoro
Rua João Ramalho, 182
Perdizes - CEP: 05008-000
São Paulo - SP
(11) 3670-3333
fundacaosaopaulo@pucsp.br
Design: PUC-SP - DTI - Núcleo de Mídias Digitais


 

O BOLETIM REAJUSTE DAS MENSALIDADES Novembro 2021 do SEMESP que visa "auxiliar as instituições associadas na formação do preço das mensalidades e, principalmente, no cálculo do índice de reajuste a ser aplicado nas mensalidades em 2022". Esse boletim destaca ainda que: "Importante salientar que não é possível calcular um índice de reajuste único para todo o setor. Além da restrição legal, por caracterizar formação de cartel, a aplicação de um índice único deveria pressupor estruturas idênticas para todas as instituições.

A diversidade e a pluralidade das instituições são características intrínsecas do setor. O porte, a localização, a natureza jurídica, a organização acadêmica e o portfólio de cursos são exemplos de fatores que diferenciam a composição de custos das instituições e inviabilizam a construção de um indicador único.

Com intuito de fornecer parâmetros para auxiliar as instituições no cálculo de reajuste das mensalidades, o SEMESP publica a tabela de referência da maioria dos itens das matrizes de custo das instituições com as projeções das variações inflacionárias para o ano de 2021. Por meio desta tabela, as instituições poderão estimar o impacto da inflação na sua estrutura de custos até o final do ano.

Adicionado ao impacto da inflação sobre os custos, as instituições também devem analisar o comportamento de outras variáveis na composição das mensalidades, como a inadimplência, a evasão, as gratuidades e a expectativa de crescimento. A aplicação das variações inflacionárias dos itens da tabela de referência deve respeitar o peso de cada item calculado em relação ao custo total da matriz de custo de cada instituição."

Encaminhamos também planilha elaborada por esta Controladoria neste boletim SEMESP. Com base neste estudo o reajuste de mensalidade para o ano de 2022 está limitado a 11,69%.

Destacamos que o reajuste das mensalidades ficou em patamares de 9,0%.

Esse reajuste de mensalidade se faz necessário para fazer frente ao dissidio coletivo dos docentes, a necessidade de manutenção do custeio didático-pedagógico, bem como para gastos relacionados a retomada da pandemia, em especial, aqueles ligados a tecnologia da informação e melhoria de infraestrutura.

Além das mais de 1.700 bolsas de estudo filantrópicas, já ofertadas aos discentes, a Instituição abrirá novo edital de bolsas, neste primeiro semestre de 2022, para cerca de 220 bolsas integrais para os(as) alunos(as).

A instituição mantém a oferta de bolsa de estudo filantrópicas em patamares acima do previsto em legislação, uma bolsa para cada cinco alunos pagantes. As bolsas aplicadas representam 20,4% de alunos bolsistas em relação aos alunos pagantes.

Destacamos ainda, que o reajuste de mensalidades foi aprovado pelo Conselho Universitário da PUC-SP, e pela Fundação São Paulo. Por fim, ressaltamos que casos particulares serão analisados pela Secretaria Executiva da Fundação São Paulo, baseada no princípio "nenhum aluno fora da PUC-SP"

 


São Paulo, 18 de janeiro de 2022.